segunda-feira, 1 de julho de 2013

Coisas de criança

Minha infância foi marcada por brincar na rua depois da escola, sempre as mesmas crianças, no mesmo horário, as mesmas brincadeiras, brigas e gritos...tanta coisa boa aconteceu quando éramos pequenos que ás vezes dá vontade de voltar no tempo só pra poder repetir um pouquinho do gostinho do que eram aqueles momentos. É lógico que em toda rua que se preze tem sempre uma ou outra criança que não se encaixa, que torce pra brincadeira acabar, que a mãe não deixa brincar...na minha também tinha, ele era o Igor. Chegou na vizinhança uns anos depois que todos nós, raramente desceu pra brincar com a gente e de inveja espiava por cima do muro vendo nossas farras sem fim na rua. Acontece que o bendito era apaixonado por mim, eu morria de vergonha, e pra piorar ele me mandava cartinhas de amor (que fofo kk). Pra ser sincera não me lembro do conteúdo das cartas, mas  lembro de recebê-las. Foi nessa fase que aprendi o significado do amor platônico kkk.  Os anos se passaram, eu me mudei da rua e nunca mais vi o tal do Igor. Bom resumindo a reza, nos reencontramos esse ano, há uns 3 meses atrás (coisas de facebook). Nos nunca havíamos conversado de verdade e foi ai depois de grande que pudemos conversar feito gente grande e relembrar os feitos da infância. Depois de quase 13 anos, muita coisa mudou em nossas vidas...cada um seguindo seu rumo, traçando caminhos, estabelecendo metas...cada um tentando ser feliz do modo que a vida permite, superando desafios, morando longe da família, dando um duro danado pra não desistir do que foi buscar numa cidade longe de casa. 3 meses depois, eu mudei de novo, voltei pra Uberaba, o Igor invejoso como sempre (kkkkk) morre de vontade de voltar também....só quem morou longe de casa, quem já saiu de onde ama, sabe como dói, o vazio que existe por vezes e a vontade louca e descontrolada de voltar pra casa....só quem mora ou morou longe sabe...
Esse post é dedicado ao meu amigo Igor Cassimiro que morre de vontade de voltar pra Uberaba, mas que sabe que acima de tudo quando se tem um sonho e não tem saída tem de se resistir bravamente pra realizar, tem de ser forte, tem de ser de aço pra conseguir. O choro faz parte do processo, as lágrimas inevitavelmente virão, seja de dor ou alegria, elas virão. Gente que tem sonho de ser muito, de ser grande, tem que ser gente que aguenta os trancos, que aguenta o coração partido, que sofre a noite a dor do vazio antes de dormir e que durante dia finge que nada aconteceu.  E assim se vai vivendo e crescendo....

Ah, hoje é niver da Marileneeee, mãe do Igor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrevinha comigo!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...