domingo, 20 de janeiro de 2013

Miscelânia

Já fazem 6 dias que não escrevo nadinha, se eu continuar nesse jejum blogstico certamente desistirei de escrever..me conheço bem!!!
Bom, 6 dias dá tempo de uma vida acontecer, e foi o que de fato se passou. Eu nunca falei aqui mas tenho um casamento em Goiânia para ir, eu não conheço os noivos, quem conhece é o Cris, e nós vamos ser padrinhos (gente eu to pra morrer, pensa só, eu não conheço a noiva, não sei como ela é, não sei se é querida ou não, se é exigente, não sei nada. Dai vamos sair do interior de São Paulo para esse casamento, eu perguntei para a irmã do noivo se a noiva tinha preferência quanto ao vestido, aqueles detalhes de cor, tamanho...e o horário do casório que nem isso eu sabia, a resposta foi não, sendo assim me senti livre para fazer o que quiser sendo o casamento as 18:00 num salão), eu fui atrás do vestido, ou melhor do tecido, já que a Dione iria fazer para mim, gente eu pensei que não fosse achar nada descente, eu já estava ficando injuriada quando uma vendedora lembrou que tinha uns tecidinhos novos guardados...pensem num tecido bonito (vou postar fotos do vestido pronto), pronto resolvido, tecido comprado, menos isso para me tirar o sono. Na quarta era meu dia de plantão, senti uma tristeza profunda por ter acontecido algumas coisas, meu marido diz que sou um recipiente que acumula tudo o que acontece, as vezes também acho o mesmo! Sou frágil  frágil, tenho cara de durona, duas soluções para cada problema e um coração grande e sensível! Me abalo por tudo! Faço tudo para ajudar, para aliviar a barra das pessoas e o que recebo de troca é só o contrário, mas beleza...eu aguento!!!
Na quinta eu acordei com a pá virada, já fazia um tempo que estava criando coragem de mudar minha cortina, a bichinha tava a cara da morte, como na terça eu tinha ido comprar tecido, comprei um forro novo pra ela também, resultado: Passei o dia todinho colocando um forro na cortina que tinha cara de morte rs. Aproveitei o pique e já reformei minha tábua de passar roupas (ainda que eu abomine a arte de passar roupas!), coloquei uma espuminha nova e um tecidinho novo também. E num é que ficou bom!?! Eu tava com a corda toda, já dei aquela arrumada na casa, escovei o cabelo..eita nós, eu tinha que acordar assim todo dia.
Na sexta foi uma correria no trabalho, fiz uma jornadinha a mais, mas nada que quebrasse meus braços hehehe. E foi nesse dia, por volta das 22:30 que meu marido recebeu a noticia de que um amigo viria nos visitar, ele apareceria logo após o almoço, eu não estava esperando visita para o fim de semana, mas é sempre bom ter um truquezinho para os momentos de panico, pensei faço um bolinho, um cházinho (o dia tava chuvoso), com uns biscoitinhos e já era.Bom fui dormir.
Nosso lanchinho...detalhe que a mesa é maior que a toalha. Na foto falta o Igor  que estava registrando o momento.
No sábado levantamos cedo e fomos para a igreja, voltamos um fiz um estrogonofe de pvt apimentadissimo (kkkk) e fomos descansar um pouco para esperar a visita. Acontece que ele nunca tinha vindo até nossa casa ( moramos em uma cidade longe dos nossos amigos e familiares), dormimos profundamente quando o telefone tocou, era um outro amigo, dizendo que o Mário tava perdido, estava uma tempestade e o Cris foi encontra-lo, eu me levantei e pensei vou fazer o bolo,mas grande foi a surpresa quando vi o Mario chegar de moto e com mais 4 amigos todos encharcados, foi uma graça!!! Eu fiquei desesperada, pois planejava um bolinho, parti para o plano "B", que nem existia,  e fui procurar ingredientes para fazer um tradicional bolo de fubá com goiabada que amo. Foi um sucesso!!! Consegui fazer os dois bolos, detalhe meu gás estava naquele estado acaba e num acaba, onde só faz raiva, nunca se sabe se vai dar pra usar, e agradar o paladar, fiquei tão feliz!!! 


E foi assim que a semana terminou!!!! E o Cris??? Ele ficou muito feliz, pois adora ver os amigos dele na nossa casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrevinha comigo!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...