sábado, 28 de março de 2015

Antes e Depois

Antes de ser mãe, a gente nunca, nunquinha mesmo se preocupa em olhar se o local em que estamos tem fraldário ou quem sabe na melhor da hipóteses uma pia suficientemente grande para a troca de uma fralda bem suja. Depois isso se torna a primeira coisa que observamos ao chegar em qualquer lugar!
Antes de ser mãe, a gente coloca a roupa que mais gosta, que se sente mais bonita, o sapato mais alto, o perfume mais cheiroso e a maquiagem mais elaborada. Depois, ao ser mãe, pensamos na blusa que permite amamentar com mais facilidade, o sapato mais confortável pra carregar com segurança uma criança e maquiagem vira o sorriso bobo estampado na cara ao olhar pra uma criaturinha tão especial.
Antes de ser mãe eu podia me planejar pra qualquer coisa ou simplesmente não me planejar e fazer assim mesmo. Depois que me tornei mãe penso mil vezes antes sequer de ir na padaria.
Antes de ser mãe eu dormia a noite toda e me sentia muito irritada se tivesse que levantar no meio da noite por algum motivo. Depois que me tornei mãe eu levanto várias vezes, tantas vezes que encontro comigo mesma pela casa rs, não é que eu ame acordar de madrugada mas nada no mundo paga olhar os olhos espertos do João Pedro querendo um colinho, um mama, um aconchego no meio da noite.
Antes de ser mãe eu era corajosa, destemida, quase a Mulher Maravilha no meu imaginário. Depois que me tornei mãe me sinto a mais impotente e FORTE de todas as pessoas.
Antes de ser mãe eu não sabia o que era amor.
#tapassandotãorapido #elemeacaba #muitoamor #JP#Meumenininho #comovivisemele#amomaisquetudo#minhavidinha #2mesesemeio
 — se sentindo muito feliz.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

E lá se foi o 1º mês!!!!

O JP já fez um mês, nessa loucura do tempo, nem sei sequer dizer se foi rápido ou devagar. Tem horas que me pego pensando na barrigona que se foi, pensando agradecida rs. Gestar meu menininho foi lindo mas graças a Deus passou. Os dias por aqui foram um pouco difíceis, as consultas longes, a sozinhez da gravidez, as limitações...tudo isso faz com que eu não sinta nem um pouco de saudades dessa fase me julguem se quiser .  No final da gestação, eu sentia uma vontade enorme de ter meu corpo de volta, só pra mim, sem divisão. Queria minha barriga, meu espaço. Talvez fosse egoísmo da minha parte pensar e querer assim, mas eu precisava de me ter de novo.
Parir foi um sonho realizado que tão logo se passou. Todo o processo de encorajamento de 10 meses gestacionais, foi concretizado em 12 horas de trabalho de parto. Hoje quando penso nisso, não tenho dúvida que faria de novo, que gritaria de novo, que colocaria meu corpo a prova pra que mostrasse sua força. Parir foi meu divisor de águas.
JP nasceu forte, grande, um “menino criado”, desde o primeiro momento me sugou. Meu corpo que antes era casa pra ele, minutos depois virou alimento, sustento. Ah esse milagre do meu corpo em se transformar.
Fomos tomados em casa de um amor sem limites, a casa tomou nova forma, a família se achou. As madrugadas passaram a ser contadas no relógio e enquanto isso, uma mãe e um pai se formavam em silêncio. Em seus primeiros 30 dias ele se tornou uma metamorfose ambulante, mudou em tudo, o formato do rosto, a cor da pele, a textura do cabelo, o barulhinho do choro...mudou nossa vida. Deu-nos nova vida.
Estamos em processo continuo de adaptação, tem madrugadas silenciosas, tem madrugadas agitadas. Tem dias que  o amamos muito e no outro descobrimos que podemos ama-lo bem mais.
Com o coração grato a Deus, escrevo uma a uma dessas palavras.

 


O sorriso mais lindo do mundo!!!

Meu menininho, como amo!!!




Ósculos e Amplexos

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

VIVA!!! Ele chegou!!!

Sim, ele nasceu!! Foram 40 semanas e 3 dias de espera, até que no tempo marcado ele veio!!! Teve dúvida , alegria, medo, dor...muita dor, teve parto respeitoso, parto normal...do jeitinho que sonhamos!!! 
Ele chegou a noite as 19:59, lindamente. Forte que só, mamou logo que nasceu e meu coração se transbordou do melhor que meu corpo poderia gerar.
Quero fazer um relato bem detalhado de tudo, contando detalhes pra que nunca eu me esqueça de como aconteceu, de como nos tivemos pela primeira vez.
Por enquanto fico lambendo a cria, vivendo novos dias, novas experiências. Hoje ele completou 8 dias e o cordão umbilical caiu (viva!!!)


Felicidade



Lindeza de menino

A nova família saindo da maternidade


Ósculos e amplexos da mamãe mais babona do mundo!!!





terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Virás de olhos fechados num dia marcado Sagrado pra mim

Tenho me sentido feito caça acuada, sendo encurralada por uma grande massa que exigem insistentemente  que ele venha a tempo e a gosto deles. Tenho me sentido impotente, meu corpo não tem expressado grandes dores típicas do momento ou qualquer indício que o breve encontro se aproxima. A tensão que me corrói por dentro vem em grande parte da tensão que me expõe por fora. Meu corpo não foi projetado com relógio, não temos uma hora marcada pra que ele venha. Preciso me acalmar e senti-lo chegar, preciso ficar na minha, no meu cantinho, ouvindo palavras relaxantes, quem sabe falando de outras coisas que não seja bebês e partos, preciso me distrair, dá tempo pro meu coração, pro meu útero e pra ele.
Meus olhos vivem prontos a derramar uma cachoeira de lágrimas, o coração já transbordou aqui dentro, por fora a as pessoas não percebem o mal que tem me causando com tantas indagações quanto a data prevista. Ah como eu queria fugir pra um lugarzinho e lá espera-lo sem pressa, curtindo, aguardando aparecerem as primeiras dores, os primeiros sinais, sem pressão, sem pressa, sem telefone tocando a cada momento. Não é ser mal educada, pelo contrário, se eu fosse já teria mandando meia dúzia ir fazer qualquer outra coisa, é simplesmente querer ter paz e poder me conectar com meu corpo.
Preciso manter o equilíbrio, passamos 39 semanas nos "lambendo de longe", vendo o que seria melhor pra cada momento, estudando a forma de nascer e agora nos últimos momentos, faltando tão pouco não posso me deixar abater por esses "inimigos amigos amados", A necessidade é concentrar-se no nele, pra que quando suficientemente maduro possa vir. Não posso me render a nenhuma multidão gracejista (existe essa palavra?), a nenhuma força que não seja a força do meu corpo. Já me rendi muitas vezes em momentos como esse, em que a força do povo me abate os ossos, Hoje só por um momento preciso ser forte, quem sabe renascer com o nascimento do João Pedro, sendo mais forte como pedra, sendo melhor e mais firme como pessoa, levando de fato a sério minhas decisões independente do que digam. Acho que a GUERRA começou.





terça-feira, 23 de dezembro de 2014

9 meses tão esperado!!!

Já fazem quase 2 semanas que entramos no nono mês (35sem e 5dias começa). Hoje estamos com 37 e uns quebrados, quase 38, contando nos dedinhos o momento que qualquer coisa aconteça por aqui, sei lá, um tampão na calcinha, um sanguezinho, contrações que não sejam de treinamento, qualquer coisa, qualquer mesmo, mas até agora NADA! Quer dizer, as contrações de treinamento as vezes vem de 10 em 10 minutos e quanto a dor sinto um pouco nas "partes baixas" -inclusive NUNCA ninguém me contou disso, mas ficam mais aguçadas a noite e meio que somem durante o dia.
Embora o clima seja de natal, Pedroca encontra-se em total clima de carnaval! Minha pobre barriga toma formas diferentes a cada momento e eu nem posso reclamar rsrs.
Falando no meu menino, ele tá muito bem! Fizemos ultra semana passada e ele tá com 2.800 e 48 centímetros- conforme deve ser. Tá com uma laçada do cordão no pescoço, mas é super tranquilo quanto a isso, euzinha nasci com 3, ou seja ele pode ter mais duas ainda sqn rs . Embora tenha dito que já estamos o aguardando, sabemos que ainda é cedo e que ele pode demorar bem mais e vir talvez só em janeiro. Aguardemos o tempo do menino!As coisinhas dele estão semi-prontas, o berço montado, mas sem colchão pq não fomos buscar, mas que se resolve facilmente na hora da pressa e necessidade.
Nossas consultas agora são semanais pra meu desespero e cansaço, e devido a isso "tive" que escolher o hospital que vou te-lo. Estávamos em dúvida quanto Limeira ou Campinas, mas ficou resolvido que vamos para o Vera Cruz em Campinas, a médica super indicou e lá vamos nós!
Bom por hj é só, queria escrever um monte, mas tô sem inspiração, querendo só minha cama e um soninho gostoso.

Feliz natal e que Jesus abençoe a vida e o lar de cada um que passar por aqui.


    Ósculos e Amplexos da escrevinhadeira quase mamãe!!!

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Tira a mão da minha barriga!!!!

Antes, bem antes que janeiro chegasse e me fizesse grávida pela primeira vez eu era a dona dela! Eu a possuía, eu a escondia ainda que algumas vezes dependendo do movimento ela teimasse em aparecer.
Nunca fui de exibi-la fazendo-a o centro do mundo. Nossa relação sempre foi a mais pacífica que existe, nos amávamos intensamente, sem cobranças, sem neuras, aceitando-nos como somos. Eramos só eu e ela! Sempre soube o que lhe causava certos aumentos abusivos, inchaços eu a cuidava. Ela nunca foi sarada, sequinha, trincada...mas independente disso eu gostava de seu formato, seu jeito, suas pintinhas. Confesso que aos finais de semana eu a trancafiava num shortinho de meia, mas era para nosso bem e ela nunca se viu chateada por isso.
Depois de janeiro tudo mudou...olhares começaram a ser lançados contra ela, alguns de : Nossa! Mas é tão pequena ! ou quem sabe : Cuida bem, olha as estrias! O fato é que olhares não é o problema, o problema tá nas mãos!!! Sim, mãos que insistem em toca-la, mãos de gente que nunca vi! As vezes na fila do caixa no supermercado, as vezes na farmácia, na rua do nada. Metem a mão e sorriem como se aquilo fosse gostoso. Há também as mãos dos conhecidos que ao me verem as erguem  e "automaticamente" a tocam se eu gosto ou não, alguns apertam pra ver se tem reação - tipo lei de Newton- , outros esfregam como se fosse uma lâmpada mágica - e tem horas que penso que o Gênio vai pular de lá-, há ainda quem carinhosamente a afaga sem ter idéia que pode tá doendo, que isso é um CORPO, QUE TEM DONA! Minha barriga, virou fruta de feira depois da gravidez! Acho tão indelicado essas situações acima, tão desconfortante.
Antes de engravidar eu achava que barriga de grávida era durona, tipo fortaleza, hj sei que não é bem assim - pelo menos a minha não- , ela tem certa flexibilidade - e tão certa que faz ondas com os movimentos do bebê, e se quer saber porque eu tinha essa idéia errada é simplesmente porque não saia apertando a barriga de ninguém, por mais intima que a pessoa fosse.
A barriga que carrega um bebê é como uma barriga sem bebê e até onde sei, ninguém sai por ai pondo a mão na barriga de ninguém. Uma mulher grávida sente desconfortos abdominais mas ninguém quer saber, todo mundo quer sentir o bebê, quer aperta-lo pra ver se ele mexe. Tem dias que o Pedroca se encolhe todo no meu umbigo, e parece que ele fica mais "fino", sensivel, nesses dias até meu toque se torna doloroso, dai vem gente do nada "enfiando", "tascando", "metendo" INVADINDO minha barriga. Minha nossa sinhora das barrigas grávidas, livrai-me das mãos curiosas!!!!




Desculpa, isso foi só um desabafo!!!!




Ósculos e Amplexos de quem quer sua barriga (individualidade) de volta 

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Moléstias gravidísticas

Antes de engravidar nunca - nunquinha mesmo, alguém tinha me falado das moléstias dessa doce época (ah!), eu nunca - nunquinha mesmo, tinha percebido isso nas gestações que acompanhei mais de perto como das minhas irmãs. Minha pura inocência me fez pensar que gravidez tinha de punk somente o parto, o resto era só flores, mas a verdade é outra e quero contar pra quem ainda não entrou nesse mundo louco ou quem tá começando tudo que há (risada de malvada)...

Cólicas, dores nos seios - sinais de tpm

 Pra quem acha que quando a gente engravida não sente mais cólicas, seios doloridos, dor no pé da barriga e stress, é quase uma tpm por 10 meses. Senti cólicas antes de saber que tava grávida, senti durante algumas vezes nessa "longa estrada da vida" e se reclamar pra "dotora" sabe o que ela dirá: É normal, a barriga tá crescendo, tá fazendo pressão, é normal minha "fia", acostuma". Ok, e os seios? Doem também, e se você for das sortudas só vai ter leite esguichando deles depois que o bebê nascer, no meu caso, 23 semanas e sutiãs, blusas e tudo que tiver pela frente molhado, o bichinho flui...O Pedroca vai ter comida!!! Quanto ao stress, se preparem, é tanta gente palpitando, é seu corpo mudando e você descontrolada pensando em quantas fraldas de pano tem que ter em tempos de descartáveis que  faltamos ficar louca. Cá pra nós, me sinto muito - MUITO, estressada, eu não queria, mas tô!

Desmaio

E num é que desmaiei dias desses?
Foi em agosto. Fui acompanhar uma amiga que também tava grávida (mas no final - tipo 9 meses), pra comprar umas coisinhas no centro, a intenção era eu acudir a Cíntia, porque ela vivia passando mal, resultado, nós duas olhando coisinhas de bebê de repente eu cai, sim bonita, cai durinha no chão, desmaiei e fui acudida por que eu tinha que acudir. O porque do desmaio? Vai saber...quem sabe pressão...quem sabe emoção...eu hein?! Desde então ando esperta!!!

Enjoos e Vômitos

Essa duplinha todo mundo sabe que existe, mas a gente não imagina como incomoda de verdade, no começo achamos "bonitinho", nos faz sentir mais grávidas, um sinal maravilhoso, mas basta os dias correrem que a passamos a ficar altamente irritadas com a falta de controle do nosso próprio estomago, tudo enjoa, tudo é ruim, alho é um martírio e sua fruta preferida pode ser tornar a pior da face da terra, pra sortudas como eu, 8 ou 9 semanas são o suficientes pro fim dessa luta, pra outras como minha prima Simonete, só mesmo a retirada da criança da barriga rsrs, segundo minha prima, o caso foi tão serio que ele foi pra maternidade vomitando na hora de parir - e eu reclamando rsrs.

Sono em excesso

Cá pra nós eu sempre fui dorminhoca, tanto que nem senti alteração agora na gravidez, só nesse finalzinho tô me sentindo mais sonolenta, mas que nem é sonolência assimmm, é cansaço mesmo rs.

Gripe na gravidez
Gente, era o que eu mais temia eu toda minha vida, juro juradinho! Sempre tive problema quando resfriada porque me entupia de Neosoro, e pensava o que será de mim na gravidez, e eis que a bichinha veio pra provar esse coração de mãe aqui, e se eu usei remédio no nariz? Usei, vergonhasamente e pesarosamente eu usei em algumas noites. Não recomendo nunquinha, mas eu usei (maridonãosabe).


Dores de cabeça

Senti em algumas semanas isoladas e nessa semana que estamos 32 pra 33, senti todos os dias de manhã, a ponto de ser obrigada a me deitar todos os dias as 10 da manhã e só levantar umas 13 horas de tanta dor, li que a quantidade de sangue aumenta muito nessa época o que é bem normal sentir dores de cabeça, se é normal, ok, faço então parte do time das que sentiram dor de cabeça!

Dor no fêmur

Eu acho hilário o fato da gente sentir dor em partes do corpo que a gente só "descobri" que tem quando dói - oi? Entendeu? rs. Pois é , meu fêmur era lindo até eu engravidar e engordar, depois disso a coisa tá numa situação que toda sexta (dia do faxinão) eu passo o dia no pique, no abaixa e levanta, limpa aqui e ali, mas quando chega a noite que eu paro depois do banho, vou te dizer uma coisa...óia, nem vou dizer, "ceis" tinham que ver minha cara agora, minha gente a dor é tão grande, tão grande, tão grande que dá duas de mim! Tem sexta que o marido tem que me ajudar a levantar da cama de tanto que dói, é claro que no sábado eu acordo feito uma "pata véia", com as pernas mais abertas que nunca, mas fazer o quê??? Dói demais. Mas tá oficialmente declarado, sexta é dia do fêmur.

Dor na lombar

Grávida que é grávida tem que sentir dor na lombar! Essa é outra região do corpo que a gente só "descobre" porque dói. Lombar de grávida não escolhe dia ou horário pra doer, dói do nada, as vezes a dorzinha fica só ali, as vezes insiste em se espalhar em direção a pélvis. A minha dor agora tem uma nova característica, doí quando eu tô deitada de lado, bem encolhida, mas doí feito agulhada, enquanto eu não me estico na cama não resolve, ai nessa hora que a gente muda de posição, o bebê começa a mexer freneticamente e não te dá sossego mais...rsrs

Dormência nos membros

De uns tempo pra cá começou essa indecência, basta uns míseros segundinhos na mesma posição que a perna, braço, mão, fio de cabelo (hum? aloca), adormece. Esses dias pra trás tava num nível que pra dormir tinha que ser com as pernas erguidas (a direita é sempre a pior, a dor no fêmur é nela tbm), uma sensação de pernas pesadas, que mais parecia que o sangue não circulava. Foi tenso, pelo menos essa tensão na hora de dormir passou, mas a dormência continua.

Incontinência urinária

Nem todas as barrigudinhas tem, mas eu tenho, vou assumir pq feio mesmo é ficar com a calcinha molhada haha , tem dias que a contração (de preparação) é tão forte que quando eu acordo, um pouco do xixi já escapuliu - é que me escapuliu. Em outro o simples fato de abaixar e levantar já causa um terrível estrago, e há casos em que nem sinto sair, só sinto o molhadinho mesmo, li que passa depois do parto, mas há casos que permanecem -minhanossinhoradacalcinhasseca!!

Contração de preparação

Isso não é moléstia, vou falar também rs. A danada dói sim, pelo menos em mim dói, creio que não é nada perto de uma contração de verdade, mas que dói, ah dói!
A primeira vez que senti achei uma gracinha, eu fiquei sentada por muito tempo e quando me levantei, senti aquela bolinha dura no cantinho esquerdo da barriga, acho que tava com umas 20 semanas, por ai... o tempo passou, o bebê cresceu e as contrações também! Agora minha barriga inteira endurece e dói!!! Se eu estiver sentada ou deitada não consigo levantar, se estiver caminhando, tenho que parar e esperar passar. É bem incomodo, li que tentar fazer xixi ou beber água no momento exato ajuda aliviar, ai eu pergunto : Como levantar, abaixar as "carças" e fazer xixi num momento doloroso desses? Pelo menos pra mim,  não dá!!!

Dificuldade de enxergar

Já fiz um post sobre meu probleminha na visão e falei que uso óculos, gente, o que eu não sabia é que o grau na gravidez tende a aumentar - depois volta. Embora conseguisse, nunca gostei de usar o computador sem os óculos, hoje em dia a situação tá tão critica que se não uso, não enxergo tenso !!! Pensei em ir no oftalmologista, mas desisti porque se eu fizer novas lentes agora, vou ter que mudar após o parto, então melhor "guentar a mão".

Esse post vai ter continuação, porque certamente mais coisas virão...

E VOCÊ? SOFRE OU SOFREU DE QUÊ???

(Só pra constar, marido (nós) pintou a casa hoje, minha lombar e meu fêmur mandam lembranças!!!)

Ósculos e amplexos

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Pra quando ele nascer


No começo você foi surpresa e em seguida o maior de todos os medos! Você foi minha angústia a cada dia, a cada dor, a cada cólica. Você foi minha certeza a cada enjoo, a cada vômito. A maior alegria existente e confirmada nos ultrassons.
Você foi minha dúvida nas primeiras tremidinhas : como saber se aquilo que sentia era você ou só meu estômago? Como ter certeza se eu nunca tinha sentido antes? Sim era você!!! E foi ai que descobri o real sentido da música “depois de você, os outros são os outros e só”!!!
Ah meu Pedroca, eu temi te perder a cada segundo, eu temia acordar e ter de aceitar mais uma vez que eu estava vazia. Eu não queria me apegar, eu não queria sofrer tudo de novo, mas como não te amar?
Eu já te imaginei nos meus braços um milhão de vezes, te olhando, te namorando e sem entender como pode ter vivido um dia dentro de mim, ter gerado em mim, ter saído de mim!!! Eu te vi em meus sonhos sorrindo ao me ver!!! Já posso vislumbra-lo  correndo com o Bob, fazendo-o virar cavalo, puxando seu rabo e nascendo um amor grandão entre vocês dois. Sim, eu já me conformei com a ideia de te ver com pêlos na boca vez ou outra (acostume-se o Bob perde muitos pêlos). Já sorri sozinha enquanto pensava em como seria vê-lo andando de bicicleta todo sapeca por ai, pensando estar numa grande nave espacial!!!
Meu pequeno príncipe, perdoa de ante mão todos os erros que essa mãe tão inexperiente vai cometer na ânsia absurda de tenta acertar. Perdoa minha tpm que virá todo mês quer eu queira ou não! Perdoa quando eu chorar e não conseguir te explicar o porquê. Perdoa-me quantas vezes for necessário, porque embora eu queira ser o seu melhor, eu só serei sua mãe!


“Serei para ti única no mundo e você será para mim único.” O pequeno Príncipe

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Chá do João Pedro

 O nosso primeiro chá (porque ainda temos mais dois, dia 30-11 na igreja e outro a marcar na casa da vovó paterna Maria) foi na casa da minha mãe, em Minas, no dia 21 de Setembro. Foi uma delícia!!! Tudo ficou por conta de minhas irmãs e mãe, a Dan cuidou da decoração , Déia das brincadeiras e minha mãe da comidinhas. Eu ajudei entre uma coisa e outra rs.
A cor escolhida foi o azul e marrom, por uma simples questão, reaproveitamento de material. Houve na empresa que minha irmã trabalha um evento e como sobrou muito tecido e algumas bexigas, ela pegou e levou pra casa, e foi tudo muito bem vindo, ah se foi!
Eu mesma que fiz os convites on line, e a maior parte foi enviada por face mesmo, já que não daria tempo de entregarmos pessoalmente pra todos. Para as pessoas mais proximas, como as vizinhas de minha mãe, sogras de minhas irmãs e pessoas da igreja foram convites impressos, isso também porque algumas delas não usam internet. (Deixo foto)
Eu queria, porque queria cataventos no chá, comprei duas folhas de papel color set se não me engano, e 2 folhas de papel para scracp book, e fiz todos os cataventos, aproveitei umas pedrinhas colantes que tinha levado da minha casa para enfeitar o meio, colei tudo com cola quente. As garrafinhas (mais disputadas da festa), foi uma reutilização também! O marido da minha prima conseguiu 22 pra gente, eram garrafas de Ice, que depois de um tempo de molho no sabão, ficaram com os rótulos molinhos e minha sobrinha a Maria Eduarda, tirou tudo pra titia rs. Não utilizamos todas porque quando minha mãe foi comprar a areia pra enfeita-las, ela esqueceu as cores do chá (oi?rsrs) e acabou levando areia verde também, ela encheu o quanto deu e as outras foram guardadas porque ela as customiza depois pra outros fins lucrativos rs. Não me recordo agora quantas renderam, mas sobrou catavento pra quantidade de garrafas.
O nome do João Pedro foi confeccionado em isopor numa loja em Uberaba, não sei quanto minha irmã pagou, mas ficou muito bonito! Ela também o bolo de fraldas que ficou um arraso (deu dó pra desmanchar). A Dan se empolgou muito com tudo e fez com muito carinho pra esse sobrinho dela.
As plaquinhas eu fiz, mas na hora de imprimir deu B.O, e minha irmã a Déia, teve que refazer tudo e deixar preto e branco mesmo, uma pena, mas ta bom! Ela cuidou do entretenimento da festa e todo mundo se divertiu muito no dia, as crianças adoraram tudo! Ah, não posso me esquecer as lembrancinhas, que foi coisa dela, foram feitos chupetas e mamadeiras de chocolate, e dale mamadeira e chupeta...ficaram lindas, bem delicadas!
Foi servido e feito por minha mãe, kibe de frango, torta de proteína de soja, pãozinho com patê, comidinhas que as convidas levaram, brigadeiro, mousse de limão no copinho. Tava tudo muito gostoso!
Ganhamos presentes especias, fraldinhas e roupinhas, mas ganhamos principalmente abraços de pessoas muito queridas que se esforçaram para estarem lá. Foi muito bom ver que tem gente que mesmo eu morando distante não faltou nem no chá de panela nem agora no de bebê, são nesses momentos que vemos como somos queridos e como nosso filho ja nasce sendo amado! Abaixo algumas fotos.
Mamis e maninhas

Tio Juvercy e Eliete, nos ajudaram muito com a logística da cadeira, muitoooo obrigada!


A querida da irmã Luzia, como amo!!!

Déia e Dan, meus amores!!!

Sogra e cunhadinho da minha irmã Dan, ela também foi muito útil!!!

Maria Eduarda e Dan, minhas amorecas!!!!

Plaquinhas e detalhe pro kit de higiene sendo utilizado em outras funções rs.

Meu Pedroca!!!

A minha querida ex chefe, pra sempre chefe mais querida e sua filha!

Eliene minha prima amada, ela é demais!!!

Flavinha, Miguelzinho e Carina.

Amo demais!

Minha cara de bolacha!

As meninas que venceram uma brincadeira

A "vizinha", que é vizinha da minha mãe, e a chamamos carinhosamente de vizinha, um doce de pessoa, arretadíssima!!!

Ceição, sempre super carinhosa comigo, como amo a familia dela!

Minha amiga de infância, Maria Carolinda!!!


Simonete (perereca) e Joelzinho, pensa num sapatinho lindo que o João ganhou, sim foi ela que deu!!! Amo essa prima!

Outra vizinha da minha mãe, a Adriana!


Por que tem que pintar de batom,ne?

Minha princesa!!!Amor sem fim!!!

As melhores tias que o João poderia ter.

Priminhos, filhos de primos.

Meus cumpadres, Carol e Ju!!!Amo


Meu amorzinho Andrew, faltou o Wallace que tinha ido pra roça com o avó (entre o chá da tia e a roça, é melhor a roça, veja bem...rsrs)

Familia!!!Minha familia!




Convite virtual, me derreto toda quando leio <3



Mesa de docinho e bolo de fraldas





A mesa do bolo de verdade (como eu amei esse bolo!)



Temos muitas fotos, mas é que são tantas que o post ficaria imenso...mas foi inesquecível essa primeira festinha do meu bebê, os planos agora são para o ano que vem a gente fazer um aniversário pra ele lá!!!Que venha 2015!!!


Ósculos e Amplexos de quem teve um chá maravilhoso!!!!




quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Joãozinho, Jão, Pedroca, João Pedro, Pedrinho ou JP

Isso mesmo, depois de quase uma gestação inteira longe daqui, eis que resolvo dar as caras. Nem voltei pra contar o nome do bebê mas pelo título do post, já devem ter percebido as variações do mesmo rs. Minha mãe insiste em chamar meu pequeno de Joãozinho, o que me causa certo desconforto, mas como ela é vó e vó faz o que quer, ok, não falo nada rs, pra mim ele é o Pedroca, pronto, tá acabado, meu Pedroca cara de paçoca o que causa incomodo no meu marido que por sua vez insiste em chamar o menino de Jão, porque ele acha legal kkk, coitadinho kkkkk. E tem meu cunhado que sempre se refere a ele como JP e acabou que colou por lá o apelido rs. Acho que ele só vai descobrir o nome de verdade na chamada da escola, até lá a gente vai levado rsrs.
Como estou a muitoooooo tempo longe tenho a dizer que muita coisa se passou...resumindo foi assim...

Setembro

 fizemos o morfológico e ele estava super bem, meio magrinho com 457 gramas, foi ai que confirmamos que se tratava de um menino. Dias após o exame fui pra Minas na casa de minha, passei quase um mês lá, o que me rendeu 4 kg a mais, a médica quase me matou de tanto falar, eu saí do consultório muda e com a consciência SUPER PESADA, mais do que eu rs. Enfim, lá em Minas compramos coisinhas do enxoval e fizemos de chá de bebê, eu estava com 21 semanas quando viajei. O post do chá eu faço a parte pq foi muito especial.

Outubro
voltei pra casa dia 3 de outubro e tive que refazer minha dieta pra não engordar mais, se não a médica me engoliria,ne? rsrs Neste mês consegui colocar as coisinhas do Pedroca em ordem, lavei as roupinhas, passei e deixei tudo guardadinha no roupeiro, ainda temos que pintar a casa e só depois disso virá o berço #oremospromaridocriarcoragemepintar.

Novembro

Este mês, estamos hj com 31s + 5 dias, hj foi dia de ultra e consulta. Gente pensa numa mãe retardada rindo ou melhor dando gargalhadas ao ver o nariz do filho, sim existe, sou eu kkkk. Meu nariz é afiladinho o do Cris de batatinha, e a todo momento eu só pensava tomara que o bebê puxe meu nariz, acha? Que nada, na ultra deu pra ver perfeitamente que o nariz é do pai, até o médico comentou : Olha esse nariz não sei de quem é, mas não é seu. kkkkk Eu ri muito hoje, mas tá bom,ne? Ele tá enorme, com 2kg e 43 cm, segundo o médico ele já é um bebê fofinho :) #lindezademãe.
Pra ser bem sincera não, não vou ser. Vou falar disso em outro post kkkk, sobre as sinceridades da gravidez kkkk.
Inclusive pra eu não esquecer e deixar bem registrado pra eu ter depois, os proximos post serão sobre o chá lá em Uberaba, as sinceridades da gravidez e minhas moléstias kkkk, sim gente, eu tive algumas , segundo o Cris eu senti tudo que uma gravida poderia sentir, fazer o que rsrs.

Deixo com vc uma fotinha do meu pequeno, repara bem no bocão do rapaizinho, gente é a cara do pai kkkkk



Ósculos e amplexos dessa quase mãe, que quase não aguenta mais carregar a barriga rs
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...